Filosofia

  • A filosofia da Escola:
     
    Introdução – A Escola Batista  é uma instituição de ensino. Seu ideal educacional segue as determinações legais vigentes no país e os princípios de caráter cristão da  Igreja Batista Regular em Jardim Ângela, objetivando a formação intelectual, moral e cristã dos educandos.
  •  A administração da Escola Batista:
     
    A direção da Escola Batista é exercida por um diretor pedagógico e por um supervisor administrativo que tem a responsabilidade de cumprir as determinações do Conselho Administrativo da Associação e tratar de todos os assuntos inerentes a seus cargos. 
  • Os princípios que determinam a Filosofia da Escola Batista: 
     
    A Escola Batista  idealizada e estruturada no seio da Igreja Batista em Jardim Angela tem por obediência respeitar e seguir os princípios cristãos, morais e sociais.Por acreditar que sem o conhecimento de Deus, não pode haver uma Educação completa e eficaz.
  •  A autoridade das Sagradas Escrituras como regra de fé, e conduta:
     
    As Sagradas Escrituras (A Bíblia) como a “infalível Palavra de Deus” para determinar seus princípios de fé e conduta os quais são absolutos e inquestionáveis. Estes princípios incluem as informações relacionadas a seguir:
  • a) Deus, como o Supremo Senhor, Criador e Sustentador do Universo;
  • b) O homem como criado à imagem e semelhança de Deus, portanto de valor infinito;
  • c) Jesus Cristo como a revelação de Deus à humanidade, que trouxe, por meio de sua morte, a reconciliação entre Deus e os que nele crêem;
  • d) A igreja, como instituição divina para reunir as pessoas com o propósito de cultuar a Deus e propagar o seu Reino na terra;
  • e) A adoção dos valores e práticas morais que encontrem a aprovação das Sagradas Escrituras.

  • A liberdade de Consciência e Religião
    :
     
    A liberdade religiosa tem como fundamento a natureza do homem. Tendo sido criado à imagem e semelhança de Deus, por isso é responsável diante de Deus por seus atos. Entendem os Batistas que ninguém deve ser impedido de expressar livremente a sua fé ou ser perseguido por suas convicções religiosas. 
    A liberdade de credo é um direito inalienável das pessoas. Cada indivíduo tem a prerrogativa de crer de acordo com a sua consciência. Ninguém será obrigado ou coagido a aceitar os princípios que constituem as Igrejas Batistas ou tornar-se membro destas.

A separação da Igreja do Estado:
 
Os Batistas crêem que não há qualquer vínculo entre a Igreja e o Estado. São instituições com deveres e responsabilidades distintas. Como indivíduos, devem observar as leis do país, respeitar seus dirigentes e cooperar para o progresso da pátria.

  • Festas e Comemorações Populares e/ou Religiosas:

 
A Escola Batista  determina ainda que em suas dependências não sejam observadas festas e comemorações peculiares à sociedade ou ainda de outras religiões que não encontre respaldo nos seus princípios ou nas Sagradas Escrituras tais como:
 
a)  Carnaval
b)  Festas juninas
c)   Festa de Cosme e Damião
d)  Festa das bruxas 
e)  Ou todas aquelas aqui não mencionadas e que não encontram respaldo nas Sagradas Escrituras.
 
Não serão aceitos nenhuma possibilidade de adaptação, recuperação ou aproveitamento destas festividades.


Estas restrições também são válidas para todas as atividades curriculares ou extra-curriculares realizadas fora das dependências da Escola Batista.

  • Sobre a Páscoa e o Natal: 
     
    Nas celebrações de Páscoa e Natal serão evidenciados seus significados espirituais e propósitos revelados nas Sagradas Escrituras excluindo todo e qualquer símbolo ou elemento acrescentado no decorrer do tempo.

 
 
Outras Comemorações:
 
As celebrações dos dias das mães, dos pais e das crianças têm como objetivo a reafirmação dos valores que a família representa como núcleo da sociedade para o estabelecimento de uma nação justa e próspera. O dia do professor há de reconhecer a dedicação e carinho dos mestres na transmissão dos conhecimentos intelectuais e a formação de princípios morais para o desenvolvimento total da personalidade. Os dias dedicados às comemorações cívicas destacarão os deveres dos cidadãos para o pleno exercício da cidadania na construção de um país que lhes dê as condições para o pleno desenvolvimento de suas potencialidades individuais.


  
Conclusão:
 
Delineadas as características filosóficas, morais e sociais os quais se apresentam como inquestionáveis e imutáveis, posto que embasados em verdades absolutas. A Escola Batista  determina e aguarda o fiel cumprimento destas posições por todos aqueles que lhes são inerentes e afetos.


A quebra ou ruptura desses valores implicam na descaracterização da entidade de ensino e por extensão, a própria igreja , razão pela qual a exposição dos ideais e valores contidos neste documento representam a possibilidade de sobrevivência e sucesso das duas entidades.


A inobservância destas regras certamente concorrerá para a destruição deste vínculo, contaminando e viciando o propósito de buscar os valores, princípios e caminhos esperados. Desta forma, razão sobeja para determinar a necessidade de se respeitar as idéias, princípios e fundamentos ora apresentados, sob pena de se fazer necessário aplicar aos infratores as penalidades previstas no Código Disciplinar vigente.